Alguns itens estão fora de nosso controle, como a altura da pia da cozinha ou do banheiro, altura de maçanetas, mesas e cadeiras, por exemplo, mas ainda podem ser adaptadas para trazerem o que foi proposto ao serem criados: conforto, segurança e eficiência.

1. Procure ter sempre ambientes mais iluminados. Podendo optar, opte por lâmpadas chamadas frias ou fluorescentes, pois iluminam mais e gastam menos.

2. Os tapetes também podem funcionar como armadilhas. Eles devem ser colocados em locais onde são realmente necessários, e devem ser aderentes ao piso, evitando, assim, quedas.

3. A utilização de corre-mão ao longo de escadas e rampas também é potencialmente benéfico.

4. A questão do piso também é importante. Opte sempre por modelos que não sejam escorregadios, principalmente quando molhados. Ex: utilizar lixas especiais.

5. Sempre optar por um varal adequado ao seu esforço moderado.

6. Para as pessoas que residem em casas, o sistema de fotocélula também é interessante, onde, por meio de sensores, as luzes se ascendem ao perceberem a presença de alguém se aproximando.

7. A casa deve possuir aparelhos de telefone fixo e telefones sem fio, facilitando assim a utilização do telefone em qualquer parte da casa.

8. No quarto, o interruptor deve ser localizado na cabeceira da cama.

Thiago Lopes Barbosa de Morais, Fisioterapeuta – CREFITO-3/ 50026-F