Marina Del Nero Curi, 55 anos

É casada, tem uma filha, reside em Fernandópolis/SP e é formada em Artes Plásticas.

“Temos que pensar que existe uma forma de ficar curada. Teremos sempre problemas pela frente, mas a vida já representa a solução.”

Descobriu o câncer de mama em 2011, após passar por vários médicos. Passou pela cirurgia e por várias sessões de quimioterapia. Recebeu a notícia da metástase após o exame clínico anual e após ter recebido alta do câncer de mama.

“Quando vamos fazer exames clínicos anuais, a gente vai pensando sempre no pior. Mas fui otimista, pois já tinha recebido a alta.

O impacto que o câncer causa, é você ver a morte de frente, pois você não sabe o que vai acontecer, não conhece as pessoas que podem te ajudar e não conhece os limites do seu corpo, mas não podemos desistir. Por nós e pela nossa família.

O câncer representa isso: uma dúvida, um medo, uma aproximação, mas temos que pensar em nós mesmos, que precisamos estar bem, pois assim, conseguimos estar bem para conseguir ajudar os outros.”

Fotos e Produção MAGDA PINHEIRO e SÉRGIO Make REGIANE, EQUIPE ALEX SANTANA Figurino LIGIA AYDAR